Quarta-feira, 18 de Março de 2009

AMY WALLACE COMENTA PALESTRA DE TAISHA ABELAR

.
.
.




... Nesse ínterim, Anna-Marie — também co­nhecida como Taisha Abelar — veio até a Gaia Books para promo­ver sua primeira publicação, A travessia das feiticeiras, um relato de seu treinamento com dom Juan, e depois com Castaneda.

Encontrei-a na livraria, com Carol Tiggs. Ela era por natureza menos efusiva que Florinda, mas seu gentil abraço era acolhedor. Cortara seu longo cabelo até a cintura e agora usava-o curto feito um garoto — fora isso, parecia a mesma, com seus traços delicados e roupas elegantes, conservadoras.

Taisha falou na pequena livraria para um grupo que saia pelas portas. Começou dizendo:

— Boa-noite, meu nome é Taisha Abelar. Preciso dizer isso por motivos de feitiçaria. Tenho muitos nomes, assim como Carlos Castaneda tem muitos nomes. Cada uma de suas três discípulas, Florinda Donner, Carol Tiggs e eu, conhece dom juan por outro nome, pois ele era um ser com muitas facetas. Cada um de nós foi ensinado de acordo com suas inclinações, treinados individualmente por um grande grupo de feiticeiros e brujos, ou xamãs. Como te­mos pouco tempo neste mundo, não podemos mais ensinar daque­la forma. Carlos Castaneda é o último de sua linhagem, e não tem aprendizes, não há um grupo. E como alguns de vocês sabem pelos seus livros: "Não há voluntários no mundo dos feiticeiros." Os pres­ságios indicam um aprendiz [ela não acabara de dizer que não havia aprendizes?] para um nagual, e depois ele deve levá-lo através de um ardil para que se junte a ele. Ou, como Carlos Castaneda é o "nagual da liberdade” qualquer ser que lhe for apresentado deve dar seu consentimento, que o espírito prestará atenção. Mas isso não garan­te nada, é uma luta terrível a cada passo para não "cair" — a palavra que os feiticeiros usam para voltar ao comportamento humano.

"Ao aparecer aqui perante vocês esta noite, estou pagando mi­nha dívida com o espírito, ao compartilhar o conhecimento de dom Juan da única maneira possível. Esta é a minha primeira palestra. Estava bastante nervosa e preparei longas anotações, que mostrei para Carlos Castaneda, a quem nos dirigimos como o Nagual _' uma palavra náuatle que representa 'o desconhecido'. O Nagual tomou minhas páginas datilografadas e picou-as, dizendo que eu deveria falar as palavras que me viessem na hora. Disse que eu não precisava de anotações."

Continuou a nos contar suas histórias de espreita, que ela cha­mava de "o Teatro do Real" — relatos em que ela se disfarçava em diferentes formas, inclusive masculina; e vivia sob uma identidade assumida durante anos, para perder o que os feiticeiros diziam ser seu pior traço: a autopiedade.

Em seguida Taisha viveu em uma casa na árvore, só descendo para ir ao banheiro. Sua comida era levada por uma polia, e não ti­nha comunicação com humanos. Durante essa fase de dois anos, era conhecida pelos seus mestres como a "garota-macaco".

Logo depois, para promover uma dissonância cognitiva, ela se tornou uma linda debutante, mimada, com longos cabelos doura­dos e roupas de cetim, passeando pela praça de uma pequena cidade mexicana com suas duenas — suas "tias" —, que na verdade eram aprendizes mexicanas de dom Juan.

Em outra ocasião era a mendiga Alphonsina, vestida em trapos, encardida e suja, cheia de mordidas de pulgas. Vivia num barraco em uma pequena cidade com uma mulher maternal, que não co­nhecia sua identidade verdadeira. Alphonsina mantinha suas mãos estendidas, mendigando em frente à igreja local, e nos contou que até que tivesse "verdadeiramente dominado sua autopiedade", não haveria resgate para ela. Os feiticeiros a deixariam morrer, se esse fosse seu destino.


Taisha enfatizou que dom Juan e seu grupo "não sentiam pena" de si mesmos nem dos outros. Se ela não tivesse "as entranhas de aço" de um guerreiro, e acabasse na sarjeta com fome e exposta —"que assim fosse". Coçando por causa de piolhos, ela trazia todos os dias os seus novos centavos para a casa da mulher que a alimentava. Essa mulher era tão amorosa que Taisha começou a sentir "verda­deira afeição pela primeira vez em minha vida — eu teria morrido por ela". A profundidade de seu sentimento guiou-a para sair de sua autopreocupação crônica e produzir o presságio necessário para libertá-la de sua miséria diária.

Um dia Alphonsina foi levada para casa por uma mulher rica da alta sociedade que teve pena dela, onde se banhou e foi alimentada, e preparada para receber uma roupa limpa — uma saia e um suéter de cashmere. Quando a mulher viu que a menina-pedinte era branca por baixo daquela imundície, quase caiu de costas. Sua bondade quebrou o último vestígio da "humanidade" de Taisha, e novamente mostrou-lhe o que era a verdadeira afeição. Ela voltou para dom Juan.

Taisha era uma contadora de histórias tão boa quanto Carlos; seu jeito especial estava fazendo os ouvintes chorarem. Lembro-me da noite que nos conhecemos, e como ela me fascinou com suas histórias.

Agora ela respondia às perguntas. Um homem visivelmente perturbado, sujo e com olhos arregalados, abriu caminho pelo grupo e perguntou:

— E se você não estiver tentando ter visões? Eu não consigo parar de tê-las. Vejo coisas, seres, sombras... o que posso fazer? Não sou normal.

— Arranje um trabalho como contador — sugeriu Taisha. Ela não estava brincando, mas dando um conselho sincero. — Ou como caixa em um banco.

Taisha depois aliviou o clima rindo e dizendo:

— Sempre que Florinda dá uma palestra, pelo menos uma mulher no público pede divórcio! — Isso levou a perguntas sobre amor e sexo.
Taisha nos contou que "um beijo apaixonado ou dar as mãos com grande sentimento, grande desejo, pode ter mais energia que uma relação sexual", e nos aconselhou a não ouvir canções de amor. Estas, explicou, eram propagandas para a "ordem social", levando uma pessoa a desejar ser cortejada, acabando sentenciada à prisão­ do casamento. Até fantasiar sobre um ator ou músico de rock pode­ria impedir o movimento de uma pessoa em direção à liberdade, ela advertiu, despendendo energia valiosa que os feiticeiros devem conservar para sonhare espreitar.

Terminou a palestra falando sobre "o selecionador". Comparou o selecionador com o espírito, que Carlos descreveu-me como "a força que ordena o universo". A descrição do selecionador dada por Taisha me amedrontou. Lembrou-me a imagem que tinha de Deus na mi­nha infancia — um homem no céu, bravo, com uma barba, que olhava para baixo e julgava minhas ações, um Papai Noel maldoso. Taisha descreveu o selecionador como "uma agulha que aponta para baixo em nossa direção e controla o foco de nossa consciência'.

— Não sabemos por que ou como o selecionador se movimenta, tudo o que podemos fazer é aquiescer e agir sob sua pressão terrível, implacável. O selecionador escolhia tarefas para eu fazer. Deixe-me mostrar-lhes mais uma persona. —Taisha colocou uma peruca e ócu‑
los. — Agora sou Sheila Waters, uma mulher de negócios. Fiz fortunas e as perdi. Sheila Waters me foi apontada pelo selecionador, assim como a tarefa seguinte, que era me tornar uma corretora de imóveis.

Uma punição severa, imaginei.

Depois da palestra, acompanhei Taisha e Carol a um restaurante local. No jantar, estava me ajustando à nomenclatura incomum —bruxas — e percebi que, diferente de Florinda, as outras se referiam a Carlos como o Nagual. Não podia me juntar a elas — para mim ele ainda era Carlos, e isso soava como se estivessem se referindo ao papa. Parte de mim sentiu que poderia estar sendo atraída para uma armadilha, até sendo seduzida — mas outra parte estava intrigada. E no final, senti que Carlos sempre me protegeria de qualquer mal.

A conversa mudou para astrologia, em que Carol acreditava. Expus um sistema de tipologia de personalidade, o eneagrama, que se originou na tradição sufi e expandiu-se pelo filósofo e místico G. I. Gurdjieff, cujos métodos de ensinamento notoriamente duros eram semelhantes aos de dom Juan. Carlos, eu sabia, conhecia bem os alunos da linhagem de Gurdjieff, Claudio Naranjo e Oscar Ichaza. Kathleen Speeth, uma terapeuta que popularizou os estudos do eneagrama nos Estados Unidos, conhecia Carlos e o citava na pri­meira página de seu livro The Gurdjieff Work. Quando introduzi o assunto, Carol explodiu.

— Você não entendeu nada hoje!? Tudo é um grande mistério, um ponto de interrogação! E agora você está categorizando!

A conversa murchou com essa explosão. Anos mais tarde, Carol contou-me que Carlos a proibiu de fazer cursos ou seguir de outraforma seu profundo interesse pelo eneagrama.

Fonte: APRENDIZ DE FEITICEIRO
Amy Wallace
publicado por conspiratio às 19:08
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
3 comentários:
De Escritor - Curitiba a 20 de Novembro de 2010 às 13:29
A história das discípulas de Castanade, são, belas, fortes, nos remeteme a uma realidade que gostaríamos de perseguir - salvo não fossem mentirosas, tolas, e um amontoado de asneiras, pois as próprias discípulas - que se suicidaram após a sua morte, mentiam quase o tempo todo. Nunca entendi poque, um autor como Carlos Castaneda, que escreveu obras belíssimas, terminou seus dias como um grande tolo. Se, Don Juan realmente existiu, deve ter tido aaques de algum plano paralelo, vendo seu discípulo agir como esse grande tolo que tentou reescrever a história das próprias tradições indígenas.
a grande verdade sobre tudo isso, é que quem conheçe trabalhos sérios no xamnismo, líderes indígenas de verdade, sabe que asdiscípulas dele não sabiam nad de xamanismo, mas fizeramuma grande mistura de conhecimentos, tradições esotéricas e coisas de suas próprias mentes - inventadas para darem mais glamour ao que falavam.
esses livros, são na verdade, perigosos, pois levarm leitores americanbos ao mesmo suicídio que elas supostas mesras. Acho, qaue a verdadeira puresa dos ensinamentos de CXastaneda,. estão em suas primeiras obras. Ao final de sua vida, de tanto mascar peyote, já estava doido e já não dav mais paraa considerar as besteiras que dizia. Quanto a obra de Amy Wallace, apenas corrobora o que disse, apresenta estas mestras colmo mulheres frágeis, carentes de uma espiritualidade verdadeira, que por estarem diante do grande mito que foi Castaneda, ficarm tão deslumbradas - que piraram todas.

Os antigos xamãs do México disseram muita coisa, mas de tudo que realmente disseram ou conheciam, pouco tem a ver com o que disse Castaneda. So acredita nisso, quem conhece esses xamas de cidades que hoje vendem cursos pelo país todo. Na verdade, até associaçao de xamas já existe, mas tem tudo - menos xamã...risos.

Percorri por anos os passos de Castaneda, estive com pessoas ´que estiveram com ele,e quanto mais próximo da vertdade estive, mais distante de suas palavras acabei ficando. Hoje, vejo que aqueles que mais distantes da verdade sempre estiveram,,, mais acreditfam em tudo que se refere a ele. Uma pena, mas mostra como as pessoas preferem acreditar naquilo que poderia ser verdade, que na dura realidade. E, para isso, se muda até o conceito de realidade, quando se deseja impor sua própria crença. Mas, fato é que seja em qual realidade estivermos, não existe indio na terra capaz de pular de um precipício e aparecer vivo lá em baixo. Ah, isso não existe.

Escritor - Curitiba
De Célia Barcellos a 21 de Novembro de 2010 às 17:34
Oi Escritor, interessante seu depoimento. Eu ainda não tenho uma conclusão a respeito de Castaneda e suas discípulas. Mas se eu chegar a acreditar que elas se suicidaram, então concordarei plenamente com vc: uma grandes tolas.

Obrigada por escrever. Se tiver mais informações pode postar.

[]'s

Celia
De Anónimo a 27 de Dezembro de 2010 às 12:57
Escritor - Seu texto não está muito claro! Você acredita no Cara ou não?
Já parou para pensar que a intensão era essa ??
Obs.: não siga os passos dos outros, crie seu próprio caminho.

Abraço

Carlos C.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. NÃO AO MARCO CIVIL DA INT...

. INVASÃO CUBANA - PROGRAMA...

. PAPA FRACISCO: UM COMUNI...

. GOVERNO TEM PRESSA PARA C...

. FORO DE SÃO PAULO É O PRO...

. Yoani Sanchez dissidente...

. TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO E ...

. NOVA ORDEM MUNDIAL ESTÁ P...

. O DESEJO IRRESPONSÁVEL DE...

. COMUNISMO SE CURA COM VER...

. A HISTÓRIA SECRETA DE ANA...

. A CONSPIRAÇÃO DO FORO DE ...

. A LISTA DE CLINTON - ESTR...

. A EDUCAÇÃO MORREU?

. CAUSAS DO CAOS BRASILEIRO...

. CONSPIRAÇÃO DO FORO DE SA...

. A HISTÓRIA SECRETA DE ANA...

. ABORTISMO SENDO INSTALADO...

. NOVA ORDEM MUNDIAL ESTÁ P...

. TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO,

. O PROBLEMA É O FORO DE SÃ...

. ORVIL - TENTATIVAS DE TOM...

. CONSPIRAÇÃO CONTRA A CIVI...

. RITALINA E OUTRAS DROGAS ...

. O EX-REVOLUCIONÁRIO DOSTO...

. UM POUCO SOBRE ABDUÇÃO E ...

. FINS E MEIOS, BEM E MAL,...

. PRIORADO DE SIÃO E A NOV...

. SE NÃO INVESTIRMOS EM CON...

. CONGRESSO QUER MANDAR NO ...

. COREIA, NOVA ORDEM MUNDIA...

. BLOSSOM GOODCHILD E A NAV...

. AGRICULTOR EM GUERRA CONT...

. CONTRA A CAMPANHA CONTRA ...

. OPRIMIR O CIDADÃO COM LEI...

. MANIPULAÇÕES DA LÓGICA, D...

. EXTINGUINDO A PROFISSÃO D...

. KARL MARX , ADAM WEISHAUP...

. CONTROLE E MAIS CONTROLE ...

. UFO OU MÍSSEL ATINGE "MET...

. LÚCIFER E A REVOLUÇÃO

. HIPNOSE PELA TV - DAVID I...

. FORMAÇÃO DO IMBECIL COLET...

. VOAR É COM OS PÁSSAROS?

. OS BILDERBERGERS/ILLUMINA...

. QUEM MANDA NO MUNDO

. O ILLUMINATI OBAMA SE DÁ ...

. ARIZONA WILDER REFUTA DAV...

. QUEM MATOU AARON SWARTZ?

. AGENDAS DE DOMINAÇÃO GLOB...

.arquivos

. Abril 2014

. Novembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.tags

. 3 elites globalistas(6)

. a corporação(9)

. acobertamento(13)

. agenda illuminati(13)

. alex jones(8)

. amor(20)

. animais(29)

. arqueologia proibida(4)

. atenção(7)

. auto-realização(33)

. autoritarismo(7)

. bancos terroristas(8)

. benjamin fulford(5)

. bíblia(7)

. big pharma(12)

. bilderberg(8)

. budismo(24)

. calar a democracia(5)

. censura da internet(15)

. cérebro(22)

. codex alimentarius(15)

. comunismo(13)

. concentração(14)

. consciência(7)

. conspiração(94)

. conspiração antidemocrática(6)

. conspiração financeira(11)

. controle da informação(17)

. controle da internet(22)

. cura(25)

. daskalos(7)

. david icke(9)

. denúncia(10)

. depopulação(6)

. despopulação(8)

. deus(10)

. ditadura(14)

. ditadura através da mentira(6)

. ditadura através da saúde(11)

. documentários ufológicos(7)

. ecologia(35)

. educação(7)

. ego(25)

. engenharia social(9)

. ensonhar(11)

. eqm (experiência de quase-morte)(12)

. extraterrestre interferência(11)

. filosofia(6)

. globalistas(5)

. goldsmith(8)

. google(9)

. governo oculto(31)

. gripe suína(8)

. história(17)

. história da nom(5)

. illuminati(54)

. integração(9)

. internautas conheçam seu poder(6)

. internet censura(11)

. intraterrestres(8)

. jesus(8)

. krishnamurti(13)

. lei cala-boca da internet(5)

. liberdade(8)

. livre-arbítrio(6)

. manipulação da informação(13)

. manipulação da mente(8)

. manipulação das massas(8)

. medicina natural(10)

. mentecorpo(5)

. microchip(7)

. milton cooper(7)

. monsanto(6)

. movimento revolucionário(9)

. neurociência(20)

. nom(43)

. nova ordem mundial(83)

. obama(7)

. olavo de carvalho(31)

. poder da internet(5)

. poder da mente(97)

. poder das farmacêuticas(5)

. política(16)

. predadores da humanidade(16)

. problema-reação-soluçao p-r-s(7)

. profecias(9)

. project camelot(11)

. psicanálise(5)

. pt(9)

. rauni kilde(6)

. realidade(7)

. rockefeller(7)

. saúde(19)

. sonho lúcido(22)

. totalitarismo(9)

. totalitarismo global(9)

. ufo(46)

. universo(16)

. vida(31)

. xamanismo(15)

. todas as tags

.favorito

. NÃO AO MARCO CIVIL DA INT...

. INVASÃO CUBANA - PROGRAMA...

. PAPA FRACISCO: UM COMUNI...

. GOVERNO TEM PRESSA PARA C...

. FORO DE SÃO PAULO É O PRO...

. TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO E ...

. NOVA ORDEM MUNDIAL ESTÁ P...

. COMUNISMO SE CURA COM VER...

. A HISTÓRIA SECRETA DE ANA...

. A EDUCAÇÃO MORREU?

.links

.links

.EXPANDIR A CORRUPÇÃO É ESTRATEGIA REVOLUCIONÁRIA - OLAVO DE CARVALHO

.DAVID ICKE - PROBLEMA-REAÇÃO-SOLUÇÃO - a mais poderosa técnica de manipulação das massas

.EXPANDIR A CORRUPÇÃO É ESTRATEGIA REVOLUCIONÁRIA - OLAVO DE CARVALHO