Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2012

INFILTRAÇÃO: TÁTICA DE SABOTAGEM PERMANENTE


Um texto e 2 vídeos que tocam no tema da infiltração como uma das mais frequentes táticas usadas por sociedades secretas e políticas com ideologias terroristas,  na guerra da Nova Ordem Mundial. 

O texto abaixo foi escrito por um ex-membro da P2, se dermos crédito ao seu relato. A LOJA P2, PROPAGANDA 2  seria talvez um dissidência secreta da maçonaria, que ambicionava ampliar sua rede mafiosa de posições de poder e riquezas para seus membros. No entanto, podemos conjecturar se suas metas últimas seriam realmente só essas ou se nos altos escalões convergeriam para aquelas mesmas dos illuminati da Baviera, de extinção dos governos e de domínio mundial. Lembrando que os illuminati têm por método a mesma espécie de infiltração, um sistema mafioso de lealdade e a mesma estrutura hierárquica, na qual os subalternos ignoram os objetivos mais amplos de suas missões, que constam apenas das agendas de seus superiores.

VÍDEOS:
 
"MAÇONARIA P-2 E A INFILTRAÇÃO NO VATICANO"
de Francesco Scalzotto 
 
O plano IMP nasceu com outro nome na Itália, não veio pronto da forma como foi realizado. O ponto principal era a infiltração, o trabalho dentro da Igreja, como se conseguiu no Vaticano, onde proliferam informantes, agentes e espiões. Depois, no Banco do Vaticano, aonde a P-2 chegou a dar as cartas graças ao suborno e à sede de poder de Marcinkus e outros, a Maçonaria P-2 foi ganhando terreno, mas queria algo mais seguro dentro da Igreja e para isso Roma não se prestaria, porque qualquer coisinha que lá acontece é manchete mundial.
 
O ideal seria jogar todas as tentativas e experiências para as republiquetas, para longe, porque quanto mais desorganizada se encontrasse a Igreja melhor seria. Assim, se aportou na América do Sul, onde também não faltariam suborno e empresários para a sustentação do esquema.
 
A P-2 expandiu-se por outros países, mas os sustentáculos na América do Sul são a Argentina e o Brasil. As ditaduras e a Igreja tinham alas que facilitavam às vezes, até sem saber o trabalho da P-2. O que eu gostaria de deixar neste final é que essa experiência para a ordenação de padres da Organização vai levar gente a se enquadrar em alas ideológicas diferentes, em trabalhos diferentes, até em interceptação mais perfeita do que as que já fizemos, de dinheiro, "ajuda" que vem de fora... O que eu gostaria de deixar é que a ameaça mais séria não é nem o padre da P-2 chegar a reitorar seminário (onde abriria para seu pessoal e homossexuais como desmoralização da Igreja). O grande drama é que essa experiência tem carta branca na América: ("TENTEM TUDO!"), com a finalidade de que, se desse certo, seria adaptado às condições européias e feitas lá também. Por isso, EU, Francesco Scalzotto, como vocês me conhecem, GARANTO que no Brasil as ditas ordenações de padres P-2 começaram em 1987, na Argentina, e outros países da América, em 1988, e na Itália, com TODA CERTEZA, em 1989.
 
Boa noite, João Paulo II, continue ordenando Irmãos de Congregação sem cultura e sem preparo.
Continue permitindo filosofia e teologia em um ano.
Continue ordenando homens casados, que piada! Têm ordenado velhos beirando os 70 anos, que se dispõem A NÃO MANTER MAIS RELAÇÕES SEXUAIS com a esposa idosa.
Continue procurando vovôs viúvos para ordenar.
Continue exigindo o celibato, assim a Maçonaria P-2 encontra mais campo, ordena seus homens que usarão sexo sim, todos são viris e têm esquema do descanso semanal com a amante. Continue na exigência celibatária e os mais sinceros vão saindo por não quererem conviver com a consciência em dualidade. Continue, que os homossexuais manterão o celibato frontal e o resto será para o jovem que se achegar mais depressa.
 
_________________________
 
 
A Maçonaria P-2 é uma Organização com departamentos quase autônomos", que na América do Sul denominaram Secretaria. Existem pessoas ligadas à política, às forças armadas, aos meios-de comunicação, à Igreja, etc. Cada grupo de trabalho localizado chama-se Secretaria e cada uma tem um objetivo. A Maioria não se conhece entre si, somente a cúpula de cada Secretaria, porque vez ou outra trocam favores devido às áreas em que estão trabalhando. Acontece perfeitamente de um agente receber um favor de alguém sem saber que esse alguém foi determinado a facilitar tal serviço.
 
Nenhum braço da P-2, isto é, nenhuma Secretaria da Organização é deficitária, isso porque na América bolaram uma forma de "achaque" diferente: há uma reciprocidade, troca de favores que obriga as partes a se calarem. Isso amarra uns aos outros e, mesmo quando alguém não precisa mais da P-2 ou vice-versa, o silêncio permanece. O grande achado da P-2 foi criar uma interdependência e agir sempre com o menor número possível de pessoas. Os regimes ditatoriais da América obrigaram a P-2 à criatividade, isto é, em vez de usarem a violência e a força que por aqui já eram lugar comum, passaram a usar o tráfego de influência. O suborno é pacífico, o empresário quer passe livre para o progresso financeiro ou outro qualquer, o agente  é aliciado pelo empresário, que faz questão de escolher a dedo para não comprometer-se. Em suma, a P-2 apenas arranja os contatos subornáveis e administra com categoria. Todo empresário que recebe o favor através do tráfego de influência, que vai de uma concorrência ganha a uma tramóia de importação, ou liberação para um empreendimento a uma concessão ou carta patente que vem de cima... enfim, todo empresário que aceita se amarra.
 
Quando a P-2 precisa de um agente, reúne-se com alguns deles, expõe o tipo, o perfil. Levanta a ficha, testa, segue uma rotina que termina sempre na aprovação do indivíduo, porque o empresário que oferece escolhe o melhor.
 
Cada Secretaria tem seus agentes, empresários, verbas, prestações de conta, objetivos, contatos INDEPENDENTEMENTE das outras; isso não quer dizer que não possam, através da cúpula, solicitar permissão para usar a influência de alguém ligado a outro braço da Organização.
 
O número, de elementos trabalhando é insignificante perto de qualquer grupo considerado "corpo estranho" na sociedade.
O que acontece com a P-2 é a organização, os contatos, os subornos ... há político brasileiro eleito que presta favor — e NEM DESCONFIA — à Maçonaria P-2.  Não há interesse na cúpula em divulgar que SOMOS FORTES! O que interessa é troca de favores, faturar e dar continuidade. Devido a todos os erros cometidos na Europa, aqui na América tudo se encaminhou dentro de outra realidade e sem o sangue fervendo de um tipo de máfia que parte da violência para o objetivo. Aqui se tem o objetivo e a violência somente em último caso, assim mesmo de uma forma que nem a polícia desconfia que foi racha de um ou outro lado. O número de mortos foi muito baixo, insignificante na América: quatro ou cinco, não me lembro bem, o método foi o golpe do assalto. Em cidade grande, numa São Paulo ou Rio de Janeiro, o número de pessoas mortas por assaltantes é grande demais.
 
A P-2 tem em seus quadros civis e militares, o importante não é a farda ou não. Há muito mais civis que militares. Dentre os civis se encontram pessoas que aparentemente se dedicam só ao campo da engenharia, da advocacia, do ensino, da comunicação, etc. O principal é a eficiência. Há num dos quadros inclusive um homem simples, um eletricista semi-analfabeto, que nessa profissão serviu a uma das Secretarias melhor que um idiota de um advogado que se propunha a... Não interessa, queria que o leitor se habituasse ao meu jeito, o detalhe do advogado não vai importar, assim como outras coisas importariam, mas trariam perigo para mim ou um excolega, por isso não detalharei. Minha lealdade não permite. Como dizia, o importante é a eficiência. O Coronel ... isto é, o Dr. Cuoco, é um homem que foi escolhido com pleno acerto para a Secretaria que trataria da questão IGREJA.
 
Cada Secretaria age num campo e, como disse, com objetivos determinados pela Central. Cada Secretaria tem setoriais. Dividiu-se o Brasil geograficamente e formaram-se setoriais que têm o mesmo objetivo, mas a ação de cada uma é localizada, há limite territorial; se for passar, é preciso aprovação da cúpula e o trabalho poderá até ser feito em conjunto. O interessante é que é tão bem organizado que raramente um agente de uma setorial conhece o outro; quando a ação é grande, os agentes trabalham em conjunto, mas o esquema é feito de forma que cada um faça seu papel sem ter contato entre si, isto é, na mesma Secretaria quase sempre um agente não conhece o outro, faz somente seu papel, que geralmente é preparado para dar certo de forma individual.
 
(...) se Neimar não tivesse tido prudência de esperar o momento certo, seria morto como um elemento assaltado. A polícia, louca para arquivar, encerraria o caso e pronto, mais um que iria sem deixar pistas do subterrâneo deste tipo de máfia.
 
_____________________
 
 
A primeira tentativa de colocar alguém nos quadros da Igreja foi ainda na década de 60, depois de muito estudo e treinamento, surgiu a figura central que passaria por sacerdote, um ex-seminarista, já madurão na idade, para haver crédito seria importante. Todo de batina e batendo à porta de um bispo conservador em Bragança Paulista, não deu outra, emplacou e ficou como vigário em Nazaré Paulista uns três anos. Depois, por não termos conseguido falsa documentação de tudo, inexperiência nessa primeira ação, detectaram o homem como falso padre. Como prevíamos que tudo seria possível, bastou dar uma de doido e tudo ficou numa boa. Não havia acusação de roubo ou qualquer coisa assim, ao contrário, ele servira a Igreja com amor, com tanto amor que foi pedida licença especial em Roma para que todos os sacramentos que ele tinha dirigido ficassem válidos, isto é, casamentos, confissões, batizados, etc. E veio a autorização.
     Não se preocupem, quem casou, casou mesmo. Quem recebeu extrema-unção valeu, não foi para o inferno.
O povo ignorante ficou feliz, a Diocese se desculpou pela falha, a Igreja não deu corda, a Imprensa sufocaria onde pôde e tudo caiu no esquecimento. Em compensação, em cima dessa experiência surgi*ú uma mais ousada:
     Nada mais de arranjar alguém para fingir-se de padre. Precisamos mesmo é de um padre.
     Um padre?
Como? Perguntavam-se uns aos outros na reunião das setoriais.
—Esse tal de "como" é que teremos de resolver. A experiência em Nazaré Paulista, apesar de tudo, foi bem, a saída foi honrosa, mas agora não podemos mais arriscar, precisa ser para valer e a
 um fundo para aplicação no projeto, fundo que de repente que está subindo mais do que o previsto.
 
Assim surgiu o projeto IMP. Projeto IMP seria IMPLOSÃO, alguém de dentro, um padre que seria mesmo padre. Suborno não adiantaria muito, seria preciso formar um padre, fazer um padre. Levar alguém a ordenar-se. Quem? Quando? Como? Primeiro ponto seria ter alguém de muita penetração na Igreja e que trouxesse informações dos detalhes de uma "fábrica de padres": seminário.
 
O projeto IMP foi levado a uma reunião extraordinária com os poucos empresários que sustentavam a Secretaria dessa área, para tentar localizar-se uma figura que pudesse penetrar nos quadros da Igreja como leigo. Um convertido, alguém que chamasse atenção para que não se perdesse muito tempo. Alguém de comunicação, alguém que pudesse ficar conhecido de repente... Foi assim que surgiu o nome de Neimar de Barros pela primeira vez dentro de uma reunião ligada à Maçonaria P-2. Interessante, e já me havia esquecido de colocar, que a pessoa para participar como agente, empresário ou mesmo ser da cúpula não necessitava ser maçom, esse maçom que todos conhecem e que não tem nada a ver com P-2.
 
O nome maçonaria veio de um grupo que queria ir além das reuniões filantrópicas e resolveu levar adiante determinados planos, aproveitando-se de alguns elementos que se desviaram e viram-se com possibilidades de tráfego de influência, suborno, etc, visando unicamente o símbolo P-2. Assim sendo, o nome maçonaria é porque nasceu numa Loja, mas o desvio foi total.
 
O projeto IMP foi posto em prática e vingou. Vingou mesmo
e       a culpa na minha opinião não é nem minha nem do Cuoco nem de quem vocês venham a conhecer num futuro qualquer. A culpa é da própria Igreja, que pensou que bastava um Concílio para se enquadrar no mundo de hoje.
 
...
 
Padre Quevedo, assim como Leonardo Boff ou Hans Kung sofreram interrogatórios da Igreja, da "Inquisição moderna". O falso padre da Maçonaria P-2 é treinado para suportar com tranqüilidade qualquer investida dos discípulos de Ratzinger.
 
...
 
A reunião, para não chamar atenção da polícia, foi num Estabelecimento. Aos olhos do dono do Hotel de Poços de Caldas, a impressão era de um Congresso: Diretoria de uma multinacional preparando algum lançamento. Que preparação! Todo cuidado possível, até mesmo detectação de microfones, gravadores, etc. A reunião era secretíssima e o assunto era o auge do plano IMP.
 
Mesmo sendo quase sombra do Dr. Cuoco, muita coisa não chegava às minhas mãos ou ouvidos. Ele tinha também certos contatos que me proibiam de ver seus rostos e até suas marcas de carro, já que eu levava o Dr. Cuoco até a proximidade de alguns encontros e não participava de absolutamente nada. Fico imaginando a necessidade de manter em sigilo certos nomes, autoridades e figuras que deveriam ser públicas demais para que uma pessoa como eu, fosse privada de um café ou um drink de recepção. Não posso dizer que não senti muita curiosidade, mas resolvi não dar corda a ela, principalmente depois que começou a bater em mim a vontade de deixar a Maçonaria P-2, com suas lentes e lupas, porque me coçava o desejo de dar um tempo a minha cabeça, que às vezes até zunia de agitações, apreensões... A leitura de Alexis Carrel, misturada com Dr. Rayrnond, estava me fundindo a cuca sobre o tema vida e morte.
 
O encontro de 1977 era para definir a ordenação de falsos padres na Igreja Católica Apostólica Romana; apesar de escrever "falsos" não é o termo correto, já que eles cumpririam com aquilo que a Igreja pede, que são os estudos. Como a fé não se mede por termômetro e como seriam treinados, o "comportamento" dos elementos do P-2 seria idêntico aos outros.
 
Em um dia e meio, conseguimos liquidar as pequenas questões que estavam mais ligadas à fidelidade do futuro padre, tendo o Dr. Cuoco citado o caso de um elemento que estava se rebelando porque chegara a uma conversão (seria o caso do Neimar) quanto a um padre da P-2 ordenado, o caso seria mais sério ainda.
A experiência de Neimar de Barros pregando, viajando, principalmente no primeiro ano de P-2, antes de se converter, abriu caminho para compreender-se que seria possível uma estranha convivência dentro da Igreja Católica, pois Neimar, mesmo após a tal conversão conviveu sem nunca aceitar certos dogmas, certas imposições e uma doutrina de obediência cega à hierarquia. Mesmo assim, convertido ou não, pensando em fazer o bem ou não, ficou lá dentro. Por que não se testar um indivíduo que estuda o que não lhe interessa tanto? Formar elementos não católicos que estudassem, que fizessem filosofia e teologia, já, que a Igreja estava tão desesperada por sacerdotes e não olhava tanto para uma análise vocacional. A Igreja empenhava-se pelo sim de qualquer um que quisesse chegar ao sacerdócio.
 
já tínhamos em mãos números suficientes de candidatos ao clero.
As setoriais debruçavam-se em cima dos detalhes e há algum tempo tinham chegado à conclusão de que deveriam levantar nomes de jovens que JÁ HAVIAM ENTRADO EM SEMINÁRIO e saído. Por quê? Porque tinham idéia de como era o ambiente, -o dia-a-dia, isto é, estavam vacinados pela rotina.
 
O encontro de 1977 foi muito importante e abriu a comporta com tudo que fosse necessário para o sucesso do plano IMP. O pessoal da P-2, mais experiente, ficou encarregado de contatar os ex-semínarístas e foi um longo trabalho em que as desculpas para aproximação eram infindáveis, olhando-se cada caso em especial, tendo até um dos nossos ido morar numa república, para conviver com o rapaz. Aquele que se aproximava só entrava no assunto do retorno ao seminário ou estudo para o sacerdócio (porque hoje em dia não é necessário estar em seminário para ordenar, pode-se morar fora, às vezes numa paróquia ou até em casa mesmo)... Só entrava no assunto depois de longo tempo. As prioridades eram amizade, analisar o elemento por completo e ainda... TENTAR AMARRA-LO a um empresário, arrumando emprego para o candidato numa firma de alguém ligado à P-2. Daí para a frente ficavam mais fáceis o contato e as chances de fazê-lo crescer financeiramente, enfim, mostrar como o dinheiro poderia vir mais depressa até chegar-se à confiança absoluta.
 
O elemento que caiu nas minhas mãos era gerente de um supermercado, eu mesmo, quando o vi, não dei voto a favor, achei que não teria vivacidade suficiente para sair de um interrogatório daqueles... daqueles que a gente pensa que só existia na Inquisição. O Boff, o Quevedo, o Kung sabem... o velho Telhard Chardin nem se fala, deve ter morrido ouvindo as perguntas bafejadas pela Santa Congregação.
 
Quando vi o jovem à minha frente não pus muita fé, passamos três meses durante os quais ele me trazia novidades de lá e eu rebatia com as respostas de cá. Com o mapeamento que tínhamos, sabíamos perfeitamente onde ele poderia se instalar melhor e semanalmente eu preparava uma bateria de perguntas para tentar pegá-lo em contradições. Tive que dar a mão à palmatória, poderia até ter jeito abestalhado, mas a calma, a pureza e a inocência das respostas eram de rir ou indignar, se alguém soubesse a verdade.
Cheguei até à conclusão de que ele nascera para ser padre, o que não se deu, porque a cabeça evoluiu muito para aceitar o quadrado que lhe queriam impor. Saiu do seminário e voltou por nós, um vivo fingindo-se de bobo. Hoje, eu poderia convidar o indefectível Ratzinger com toda sua argúcia para colocar meu pupilo no banco dos réus. Coçaria a cabeça como todo bom mineiro e responderia a questão por questão sem pressa, sem perder a tranqüilidade, enquanto sua cabeça estaria pensando na quantia que é depositada mensalmente em uma conta que ele sabe que é sua. Essa quantia para a P-2 não é nada, pois vem da teia formada com empresários. Além disso, os próprios padres falsos ou não (a seu gosto) se encaminharão e trarão lucros suficientes para manter o trabalho, enfraquecer a Igreja e ainda ajudar a P-2 em outras empreitadas, porque a coisa não pára por aí.
 
________________________
 
 
Em 1960 eu cumpria muito bem meu papel como funcionário no I.O.R. —Instituto para as Obras Religiosas — Sabem o que é isso? É o nome verdadeiro do Banco do Vaticano. Um Banco maravilhoso, isento até de impostos, porque um cristão de primeira linha como Mussolini aprovou uma circular onde a Santa Sé, a partir de 31 de dezembro de 1942, ficava isenta do pagamento de impostos sobre dividendos. O Tratado de Latrão — Ladrão em português ficaria melhor foi um presente do senhor Benito Mussolini que, além de muitos benefícios e regalias, ainda deu reconhecimento como Estado Independente (1929).
 
Em 1960, eu estava prestando serviço para a P-2 no próprio Banco do Vaticano que, aos poucos, se foi envolvendo com os grandes desta Maçonaria até os escândalos que todos conhecem pelos noticiários. Não bastavam as repercussões negativas deixadas por Bernardino Nogara, irmão de Monsenhor Nogara, influente no tempo de Pio XI... Repercussões que mesmo dentro do Banco se ouviam depois de tantos anos, quando o senhor Nogara, com consentimento do Papa, juntava dinheiro vindo da Igreja do mundo todo e especulava de toda forma: Bolsas de Valores, câmbio, ações de companhias que fabricavam ou vendiam bombas, canhões, tanques e até os famosos anticoncepcionais. Quando essas repercussões deixavam de ser comentadas, surgiram os fatos comprovados contra o arcebispo Paul Marcinkus, que fora até guarda-costas do Papa João Paulo II no Brasil. Esse homem, que não era nenhum jovenzinho envolvido, como meu caso e da maioria dos que foram agentes, informantes ou espiões da P-2; esse homem adulto, maduro, galgando alto posto na hierarquia católica, aparece nos escândalos de evasão fiscal, movimento ilegal de ações, legalização de dinheiro da máfia e envolve-se com Roberto Calvi, do Banco Ambrosiano, em transações de que nem o Espírito Santo desconfia, onde rolam dólares e cabeças à vontade. Nesse rolo todo a Igreja e a máfia dão as mãos e outra Instituição Financeira Católica divide as trapaças com Calvi, que até se torna acionista majoritário da Banca Católica del Veneto.
 
 
“FUI ESPIÃO” de Francesco Scalzotto
 
 __________________________

LOJA P2, PROPAGANDA 2  é a designação mais comum para a Loja Maçónica italiana Propaganda Due (Propaganda Dois).

A questão P2 veio a público com a incriminação de Michele Sindona no Escândalo do Banco Ambrosiano, no qual o Banco do Vaticano tinha muitas acções. A Loja P2 esteve envolvida na Operação Gladio – Gladio era o nome das organizações paramilitares nos bastidores da OTAN. Entre 1965 e 1981, tentou condicionar o processo político italiano através da penetração de indivíduos da sua confiança no poder judicial, no Parlamento, no exército e na imprensa. Além da Itália, a P2 também tinha actividades na Suécia no Uruguai, no Brasil e especialmente na “Guerra Suja” da Argentina (com Raúl Alberto Lastiri, Presidente por escasso período de Julho de 1973 até 12 de Outubro de 1973; Emilio Massera, que foi membro da Junta Militar de 1976 a 1978, líderada por Jorge Rafael Videla e José López Rega, Ministro das Obras Sociais no governo de Péron e fundador da Aliança Anticomunista da Argentina).

A Loja foi fundada em 1877, sob o Grande Oriente d’Italia (Grande Oriente de Italia) como uma Loja para membros que não poderiam frequentar as suas próprias Lojas. Na década de sessenta, tinha apenas 14 membros permanentes mas quando Licio Gelli passou a administrar na década de sessenta e setenta, passou a mais de 1000 membros no espaço de um ano (na maior parte provenientes da elite italiana). A expansão era certamente ilegal, pois os funcionários públicos são geralmente proibidos de fazer parte de sociedades secretas.
Em 1976, as autoridades maçonicas retiraram o apoio à Loja expulsando Gelli da Maçonaria.

A P2 tornou-se alvo das atenções na questão do colapso do Banco Ambrosiano (um dos principais bancos de Milão cuja maior parte era propriedade do Vaticano), e a morte suspeita em 1982 do Presidente Roberto Calvi em Londres, de início tida com um suicídio mas mais tarde considerada como assassinato. Levantou-se a suspeição que muitos dos fundos desviados desse banco foram para a P2 e respectivos membros.

Foi alegado por diversas vezes que a P2 esteve envolvida no assassinato do Primeiro-Ministro Aldo Moro, morto pelas Brigadas Vermelhas, depois dos Serviços Secretos Italianos se terem recusado a fazer um acordo com os raptores, contudo nunca se encontraram provas concretas. Também se suspeitou que a P2 esteve envolvida no Massacre de Bolonha, em 1980, como parte da Estratégia da tensão seguida pela Operação Gladio e executada nos bastidores da OTAN, o que levou à abertura de investigações, nos anos 1990, pela Câmara dos Deputados da Itália.

Mais em:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Loja_P2,_Propaganda_Dois

http://rosacruzes.blogspot.com/2011/01/loja-secreta-propaganda-due-p2.html


_____________________________


Complô contra Bento XVI. A denúncia de um jornal italiano

 
 
http://www.ihu.unisinos.br/noticias/506525-complo-contra-o-papa-uma-encruzilhada-chinesa


publicado por conspiratio às 21:13
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. NÃO AO MARCO CIVIL DA INT...

. INVASÃO CUBANA - PROGRAMA...

. PAPA FRACISCO: UM COMUNI...

. GOVERNO TEM PRESSA PARA C...

. FORO DE SÃO PAULO É O PRO...

. Yoani Sanchez dissidente...

. TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO E ...

. NOVA ORDEM MUNDIAL ESTÁ P...

. O DESEJO IRRESPONSÁVEL DE...

. COMUNISMO SE CURA COM VER...

. A HISTÓRIA SECRETA DE ANA...

. A CONSPIRAÇÃO DO FORO DE ...

. A LISTA DE CLINTON - ESTR...

. A EDUCAÇÃO MORREU?

. CAUSAS DO CAOS BRASILEIRO...

. CONSPIRAÇÃO DO FORO DE SA...

. A HISTÓRIA SECRETA DE ANA...

. ABORTISMO SENDO INSTALADO...

. NOVA ORDEM MUNDIAL ESTÁ P...

. TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO,

. O PROBLEMA É O FORO DE SÃ...

. ORVIL - TENTATIVAS DE TOM...

. CONSPIRAÇÃO CONTRA A CIVI...

. RITALINA E OUTRAS DROGAS ...

. O EX-REVOLUCIONÁRIO DOSTO...

. UM POUCO SOBRE ABDUÇÃO E ...

. FINS E MEIOS, BEM E MAL,...

. PRIORADO DE SIÃO E A NOV...

. SE NÃO INVESTIRMOS EM CON...

. CONGRESSO QUER MANDAR NO ...

. COREIA, NOVA ORDEM MUNDIA...

. BLOSSOM GOODCHILD E A NAV...

. AGRICULTOR EM GUERRA CONT...

. CONTRA A CAMPANHA CONTRA ...

. OPRIMIR O CIDADÃO COM LEI...

. MANIPULAÇÕES DA LÓGICA, D...

. EXTINGUINDO A PROFISSÃO D...

. KARL MARX , ADAM WEISHAUP...

. CONTROLE E MAIS CONTROLE ...

. UFO OU MÍSSEL ATINGE "MET...

. LÚCIFER E A REVOLUÇÃO

. HIPNOSE PELA TV - DAVID I...

. FORMAÇÃO DO IMBECIL COLET...

. VOAR É COM OS PÁSSAROS?

. OS BILDERBERGERS/ILLUMINA...

. QUEM MANDA NO MUNDO

. O ILLUMINATI OBAMA SE DÁ ...

. ARIZONA WILDER REFUTA DAV...

. QUEM MATOU AARON SWARTZ?

. AGENDAS DE DOMINAÇÃO GLOB...

.arquivos

. Abril 2014

. Novembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.tags

. 3 elites globalistas(6)

. a corporação(9)

. acobertamento(13)

. agenda illuminati(13)

. alex jones(8)

. amor(20)

. animais(29)

. arqueologia proibida(4)

. atenção(7)

. auto-realização(33)

. autoritarismo(7)

. bancos terroristas(8)

. benjamin fulford(5)

. bíblia(7)

. big pharma(12)

. bilderberg(8)

. budismo(24)

. calar a democracia(5)

. censura da internet(15)

. cérebro(22)

. codex alimentarius(15)

. comunismo(13)

. concentração(14)

. consciência(7)

. conspiração(94)

. conspiração antidemocrática(6)

. conspiração financeira(11)

. controle da informação(17)

. controle da internet(22)

. cura(25)

. daskalos(7)

. david icke(9)

. denúncia(10)

. depopulação(6)

. despopulação(8)

. deus(10)

. ditadura(14)

. ditadura através da mentira(6)

. ditadura através da saúde(11)

. documentários ufológicos(7)

. ecologia(35)

. educação(7)

. ego(25)

. engenharia social(9)

. ensonhar(11)

. eqm (experiência de quase-morte)(12)

. extraterrestre interferência(11)

. filosofia(6)

. globalistas(5)

. goldsmith(8)

. google(9)

. governo oculto(31)

. gripe suína(8)

. história(17)

. história da nom(5)

. illuminati(54)

. integração(9)

. internautas conheçam seu poder(6)

. internet censura(11)

. intraterrestres(8)

. jesus(8)

. krishnamurti(13)

. lei cala-boca da internet(5)

. liberdade(8)

. livre-arbítrio(6)

. manipulação da informação(13)

. manipulação da mente(8)

. manipulação das massas(8)

. medicina natural(10)

. mentecorpo(5)

. microchip(7)

. milton cooper(7)

. monsanto(6)

. movimento revolucionário(9)

. neurociência(20)

. nom(43)

. nova ordem mundial(83)

. obama(7)

. olavo de carvalho(31)

. poder da internet(5)

. poder da mente(97)

. poder das farmacêuticas(5)

. política(16)

. predadores da humanidade(16)

. problema-reação-soluçao p-r-s(7)

. profecias(9)

. project camelot(11)

. psicanálise(5)

. pt(9)

. rauni kilde(6)

. realidade(7)

. rockefeller(7)

. saúde(19)

. sonho lúcido(22)

. totalitarismo(9)

. totalitarismo global(9)

. ufo(46)

. universo(16)

. vida(31)

. xamanismo(15)

. todas as tags

.favorito

. NÃO AO MARCO CIVIL DA INT...

. INVASÃO CUBANA - PROGRAMA...

. PAPA FRACISCO: UM COMUNI...

. GOVERNO TEM PRESSA PARA C...

. FORO DE SÃO PAULO É O PRO...

. TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO E ...

. NOVA ORDEM MUNDIAL ESTÁ P...

. COMUNISMO SE CURA COM VER...

. A HISTÓRIA SECRETA DE ANA...

. A EDUCAÇÃO MORREU?

.links

.links

.EXPANDIR A CORRUPÇÃO É ESTRATEGIA REVOLUCIONÁRIA - OLAVO DE CARVALHO

.DAVID ICKE - PROBLEMA-REAÇÃO-SOLUÇÃO - a mais poderosa técnica de manipulação das massas

.EXPANDIR A CORRUPÇÃO É ESTRATEGIA REVOLUCIONÁRIA - OLAVO DE CARVALHO