Quinta-feira, 3 de Janeiro de 2008

STRESS, RESPIRAÇÃO, FALTA DE ENERGIA: QUANTOS VOLTS VOCÊ TEM?

O ESTRESSE ROUBA SEU OXIGÊNIO E SUA ENERGIA (Quantos volts você tem?)


Quantos volts você tem? [por Mayra Stachuk]

Olha ele de novo no banco dos réus: não bastassem dor de cabeça, cansaço, desânimo, tristeza, angústia, crises de tensão e ansiedade, para citar os sintomas mais comuns, o estresse acaba de ser acusado de outro efeito colateral danoso, o de roubar o oxigênio do sangue.

O acusador da vez é a bioenergopatia, método terapêutico baseado na teoria da bioenergética, que o americano Alexander Lowen criou em 1920, numa extensão dos estudos do austríaco Wilhelm Reich. Para a bioenergética, não existe separação entre corpo e mente, e as emoções e a personalidade do indivíduo influenciam diretamente os processos energéticos do organismo –a energia é produzida por respiração/ metabolismo.

Por esse raciocínio, o potencial elétrico de pessoas deprimidas é baixo, daí o desânimo; o das agitadas é elevado, daí a constante inquietação. O estressado também produz alta carga de energia, mas por outra razão, o baixo nível de oxigênio no sangue.

O problema todo, segundo o biólogo e terapeuta bioenergopata Geraldo Medeiros Jr. (nenhum parentesco com o endocrinologista Geraldo Medeiros), começa no fato de o estresse comprometer o processo respiratório. “O estresse vem, invariavelmente, acompanhado de enrijecimento muscular. Com os músculos contraídos, o diafragma não faz os movimentos completos, e tanto a inalação de oxigênio quanto exalação de gás carbônico são insuficientes”, explica.

Com a escassez de oxigênio, os glóbulos vermelhos se aglomeram, tornando o ambiente mais ácido e denso e dificultando o trânsito dos glóbulos brancos, principais agentes de defesa do organismo. O PH (potencial hidrogênico, indicador padrão para medição da acidez de uma substância) sangüíneo normal é de 7,35 a 7,45. O sangue sem oxigênio tem PH abaixo de 7,30.

“É por isso que muitas vezes as pessoas ficam debilitadas, mas não sabem o que têm. Quando o sangue está assim, já existem sintomas como dor de cabeça, sono fragmentado, alterações no metabolismo e a urina ácida, como se estivesse com cistite”, explica o bioenergopata. Nesse estágio, o estresse já está instalado e o indivíduo caminha para o desenvolvimento de outra doença.

Diagnóstico Medeiros Jr. diz que exames clínicos tradicionais não detectam esse quadro, mas ele pode ser identificado de duas formas, ambas da bioenergopatia. A primeira é medindo o potencial elétrico do indivíduo, ou seja, a eletricidade que o circunda, com um aparelho chamado multímetro, que faz a medição através de eletrodos colocados pelo corpo. Quanto maior o potencial, mais desvitalizado está o organismo. O normal é entre 1,5 mV e 4,5 mV (milivolts); com o estresse, pode chegar a 18 mV ou 20 mV.

Outra forma é examinar no microscópio a configuração dos glóbulos vermelhos em uma amostra de sangue. Se estiverem agrupados (veja imagens na pág. ao lado), o sangue está hipóxico, ou seja, com pouco oxigênio.

Nesse caso, Medeiros recomenda tirar do cardápio por pelo menos 30 dias alimentos que contenham ácido malônico, substância que não é produzida pelo organismo e que, em contato com o sangue, “seqüestra” suas moléculas de O2. Em sangues “saudáveis”, diz ele, esse processo não faz muita diferença; no hipóxico, já debilitado, acentua a deficiência. Quem tem ácido malônico: tomate, manga, maracujá, cebola roxa, azeitona preta e feijão preto.

De resto, é repetir a receita tradicional: comer e dormir direito, controlar, tanto quanto possível, a saúde física e mental e praticar atividades físicas para melhorar a respiração e promover o relaxamento muscular.

Evite alimentos que contêm ácido malônico, que “seqüestra” moléculas de oxigênio do sangue e acentua a hipoxia (mas não fazem mal quando o PH do sangue está normal)

O “assalto” do sangue

- Com o estresse, os músculos tendem a ficar contraídos, dificultando a atuação do diafragma e comprometendo o ciclo respiratório

- A tendência é inspirar menos O2 e exalar menos CO2

- Depois de algum tempo recebendo menos oxigênio, as hemácias (glóbulos vermelhos), que em estado normal são soltas, se agrupam na tentativa de obter oxigênio umas das outras

- Esse agrupamento tende a deixar o sangue mais ácido e denso, dificultando a circulação dos glóbulos brancos, principais agentes de defesa do organismo; o sistema imunológico fica mais lento e sujeito a vírus e bactérias


http://www1.folha.uol.com.br/revista/rf1610200510.htm




O PODER DA RESPIRAÇÃO

Texto de Marietta Till


Certa vez, alguém que vivia em busca da verdade foi ter com um grande mestre a fim de ser levado à experiência dos estados su­periores da consciência. Vendo que ele estava mais interessado em obter poder sobre os outros do que no aperfeiçoamento espiritual, o mestre levou-o a um rio e, fazendo-o submergir, segurou-lhe a cabe­ça sob a água até ele quase se afogar. Só então o deixou livre, perguntando-lhe: "Qual era o seu maior desejo quando estava debaixo da água?" Esgotado e respirando profundamente, ele respondeu: "Eu queria ar!" "Então volte", disse o mestre, "quando o seu de­sejo pelo próprio aperfeiçoamento for tão grande quanto o seu an­seio por ar.”

Sem alento não há vida! Podemos viver um bom tempo sem alimento, mas só alguns minutos sem ar. Todos sabemos disso. Pou­cos, porém, sabem que respirar pode significar muito mais do que deixar que o corpo apreenda o ar de que necessita. Poucos sabem que a respiração representa um importante elo entre o corpo e o es­pírito, e que exerce uma profunda influência sobre o evento psicos­tomático. Por isso, o treinamento sistemático da respiração - apresentado neste livro com exemplos os mais variados - pode levar a um sensível bem-estar e a experiências positivas em todos os níveis da nossa existência.

Atualmente, o treinamento da respiração faz parte dos muitos caminhos de salvação oferecidos, podendo a "salvação" ter neles o significado de "cura". No entanto, a maioria das disciplinas que de­vem levar à salvação normalmente se restringe ao método da expe­riência corporal e da imaginação, negligenciando o importantíssimo papel que a respiração pode desempenhar nisso.




YOGA

O caminho hindu da ioga, com seu treinamento meditativo da respiração, faz parte dos mais conhecidos métodos de treinamento. Descobertos há milênios, durante largo período de tempo esses exer­cícios só foram transmitidos, em sigilo, nas associações secretas e nas escolas iniciáticas. (Além das escolas de mistérios do Egito e da era clássica, fazem parte delas os primeiros cristãos (os gnósticos), os monges do monte Atos, os fran­co-maçons e os rosa-cruzes.) Só agora, na nossa época, estes assomam novamente à luz, depois do longo tempo de subnutrição espiritual e de orientação puramente materialista que o mundo ocidental teve de atravessar.

Todos os caminhos e terapias alternativas dos nossos dias visam conduzir o homem de encontro ao seu interior, promover seu autoconhecimento e transformar o seu ego exterior numa forma superior de consciência. Uma contribuição essencial para isso pode re­sultar da respiração que é a expressão de um processo profunda­mente interior. Com ela, temos em mãos um instrumento que, con­duzido pela nossa vontade, tem a possibilidade de dirigir-se até os processos inconscientes e autônomos do nosso corpo, possibilidade essa da qual somente o homem, entre todos os seres vivos, pode dis­por.

Assim, por exemplo, a atividade cardíaca, a freqüência do pul­so, a digestão e também as emoções reprimidas podem ser influen­ciadas, profundamente modificadas e até eliminadas pela respiração objetivada. Quem não ouviu falar dos Yogues que se deixam enterrar vivos por três semanas? As nossas formas espirituais – a concentração, a memória e o discernimento –, tiram proveito da respiração orientada, do mesmo modo com que nossa constituição psíquica, a exercitar-se paciente­mente e a libertar-se da escória da emoção negativa.

Podemos experimentar em nós mesmos aquilo de que a respira­ção é capaz: sentando-nos em posição ereta, numa cadeira, concen­tramo-nos na respiração e, de olhos fechados, eliminamos todos os outros pensamentos. Agora, prolongamos, pouco a pouco, o tempo de expiração e da inspiração, "observamos a respiração". Depois de cinco minutos, iremos sentir que uma calma benéfi­ca nos invade, e que as nossas preocupações e os nossos problemas diminuíram. Outro exemplo: vamos a uma festa popular e entramos na "montanha russa". Cada vez que os carros descem, temos uma sen­sação de náusea no estômago; somos presas do medo. Mas, se inspi­rarmos profundamente enquanto descemos, o medo não se apresentará! Esses são apenas dois exemplos da influência da respiração orientada conscientemente.



Os chineses são da opinião que a respiração calma prolonga até mesmo a vida. Seus filósofos afirmam que, quando o homem nasce, é-lhe proporcionado um determinado número de respirações. Caso respire rápida e agitadamente, a sua energia vital logo chegará ao fim. Exemplo disso eles vão buscar no macaco arisco, de vida curta, e na tartaruga centenária com a sua respiração acentuadamente lenta.

Fontes bem orientadas e fidedignas vindas do Oriente nos fa­lam de resultados respiratórios verdadeiramente miraculosos. Sabe­mos, assim, de monges tibetanos que, no frio intenso, sentam-se nus sobre a neve, tendo de secar certo número de lençóis molhados, an­tes de serem admitidos em determinados rituais da vida monástica. Eles treinam o Tum-mo , um exercício respiratório que produz calor. A. Jusseck, um psicoterapeuta conhecido, ( ver A. Jusseck, O encontro do sábio dentro de nós, Goldmann 1986) que atualmente vive nos Estados Unidos, deve a esse exercício a salvação da sua vida, quan­do estava em Stalingrado.

A famosa exploradora do Tibete, Alexandra David-Neel , descreve como outros monges tibetanos que se submeteram, durante anos, a certos exercícios respiratórios são ca­pazes de vencer grandes distâncias como se tivessem "botas de sete léguas", mais voando como pássaros do que andando, tocando a ter­ra só de vez em quando com a ponta dos pés (A. David-Néel, Mystiques et Magiciens du Tibet, Librairie Plon 1972) .


Em tempos mais recentes, sabemos que, na psicoterapia, uma influência especial da respiração pode levar os pacientes a um nível diferente de consciên­cia ("estado Alfa ou Teta"), no qual tornam a surgir experiências que já haviam desaparecido da memória (terapia primária, rebir­thing). E o moderno método do superlearning que no estudo de lín­guas também é apoiado por exercícios respiratórios.

Esses exemplos devem ser suficientes para esclarecer o ex­traordinário efeito a que pode chegar a função respiratória orientada. A respiração correta promove não apenas a agilidade do corpo, a vi­gilância do espírito e o equilíbrio da psique, mas também uma capa­cidade maior do hemisfério direito do cérebro, ao qual compete a fantasia, a vida onírica e as capacidades criativas. Esse hemisfério foi negligenciado nos nossos dias em prol do culto do intelecto. Redescoberto, ele confere sentido e alegria à nossa existência e à nossa individualidade.

Respirar corretamente proporciona um acréscimo de energia ao nosso corpo sutil, também chamado corpo cinestésico, etérico ou corpo prana, porque, pela respiração, aspiramos não ape­nas oxigênio, mas também o elixir criativo da vida (que os hindus chamam de "prana" e os chineses de "ki"), que mantém vivo o nosso corpo psíquico, fortalece a membrana celular e reforça o sistema imunológico.

A respiração correta pode nos tirar da polaridade - que sofre­mos desde a "expulsão do paraíso" - e nos fazer voltar à unidade, na qual a criação já não se apresenta mais como algo separado de nós, mas como solidariedade do destino em relação a tudo o que vi­ve. Assim, o mergulho no interior de nós mesmos, mediante a respi­ração, não nos separa de modo algum dos nossos companheiros - coisa que muitos receiam; ao contrário, melhora nosso relaciona­mento social, a simpatia e o amor humano. O ar é o elemento de co­municação com o tu. Tudo tem de respirar, as plantas, os animais, as árvores e também a colmeia e até uma orquestra. O próprio universo, uma vez por dia, inspira - da meia-noite ao meio-dia - e novamente expira - do meio-dia à meia-noite. Por isso, o melhor momento para os nossos exercícios é a primeira metade do dia. Mas, o alento de Brahma, o grande criador dos mundos, abrange, segundo o pensa­mento hindu, eras siderais, cujo ciclo atual nos trouxe a era da escu­ra deusa Kali, dos sacrifícios humanos, das guerras e guerrilhas san­grentas, das agressões. Uma razão a mais para procurarmos auxílios libertadores que nos conduzam à luz!

Respirar corretamente significa levar a consciência a todas as partes do corpo. No entanto, este é o elemento fundamental da trans­formação integradora do nosso ser. Se unirmos o alento à força da nossa imaginação - como o faz um químico hábil com seus ingre­dientes - experimentaremos um surpreendente acréscimo das nossas possibilidades e, no fim de tudo, da totalidade da nossa força vital.

Um exemplo: de olhos fechados, imaginemos nosso joelho direito, com a rótula, os tendões e os ligamentos. Agora, "respiremos vigo­rosamente para dentro do joelho", o que vivifica ativamente a ima­ginação.

Podemos também pôr a mão direita - a doadora - sobre o joelho, imaginando que o fluxo energético passa, com a respira­ção, através do braço e da palma da mão, diretamente para o joelho. Dentro em pouco, a sensação de calor com a sua força de cura surgi­rá nesse local. Como um servo fiel, a respiração se submete à nossa vontade. Falando de "vontade", não devemos cometer o erro de evocar ambições competitivas nesses exercícios altamente diferenciados. Nesses exercícios, não interessa quem respira melhor, quem absorve mais ar ou quem suspende a respiração por mais tempo. Os efeitos devem se instalar bem devagar, como por si mesmos, como que "furtivamente". Não sendo assim, logo surgirão tensões e bloqueios, como podemos observar diariamente nos rostos crispados dos Yo­gues. Feitos com boa vontade e assiduamente, os exercícios respi­ratórios representam uma atividade relaxante, natural e alegre. Ran­ger os dentes durante sua execução é despropositado.




Hemácias grudadas – O que significa isto?

http://saudeblog.wordpress.com/2009/10/07/hemacias-grudadas-%E2%80%93-o-que-significa-isto/

Nos últimos meses, dezenas de trabalhos científicos vêm revelando o aumento da agregação eritrocitária (onde as hemácias, ou glóbulos vermelhos do sangue ficam aderidas umas às outras) em diversas situações.

Quando envelhecemos, por exemplo, a agregação eritrocitária aumenta enquanto a imunidade diminui. Cientistas australianos verificaram que na faixa de idade entre 50 e 59 anos a agregação das hemácias é significativamente maior do que em jovens entre 20 e 39 anos. E além das hemácias ficarem mais aderidas, a atividade de uma célula muito importante para a nossa defesa, o neutrófilo, diminui com a idade. Nesse estudo não foram estudados grupos mais idosos. (Christy RM, Baskurt OK, Gass GC, Gray AB, Marshall-Gradisnik SM. Erythrocyte Aggregation and Neutrophil Function in an Aging Population. Gerontology. 2009 Sep 24.).

Numerosas doenças tem sido correlacionadas com a agregação eritrocitária, como diabetes, hipertensão arterial, acidente vascular cerebral (derrame), tumores malignos, infecções, entre outras. Mas qual o significado disto?
Hoje, vamos começar a discutir esse assunto, fundamental para entendermos a diferença entre a saúde e a doença.

Vejam a frase: “No atual estágio de evolução da medicina, em breve teremos a cura para muitas doenças”.

O texto acima parece ter sido feito nos dias atuais, mas, ao contrário do que parece, foi retirado de um livro médico do início do século XX. Naquela época, com o advento dos raios-x, a ciência médica parecia estar alcançando uma evolução nunca antes concebida. Estávamos conseguindo ver através da pele e dos músculos, sem necessidade de cortá-los.

É curioso como essas afirmações parecem risíveis, após um século. E com certeza daqui a um século os médicos de então olharão da mesma maneira os livros atuais. Portanto, para uma visão mais crítica, temos que ser modestos e destituirmo-nos de qualquer arrogância. Não estamos no “auge da evolução científica”. Doenças que afligem o homem há séculos, como o diabetes, a hipertensão, a doença coronariana, as doenças auto-imunes, a maioria das doenças neurológicas, só para citar algumas, continuam sendo um enigma e um desafio para a medicina.

Embora tenhamos algumas drogas para controlá-las, a origem e a cura dessas doenças continuam desconhecidas. Nós, médicos, encontramos palavras complicadas para denominarmos a nossa completa ignorância sobre o assunto, chamando a doença de essencial ou ideopática, para que não tenhamos que encarar a nossa impotência sobre o assunto.

Portanto, vale a pena descer do pedestal e avaliar com distância a atual visão do tratamento de doenças como a hipertensão e a obstrução das artérias coronárias.

Uma das formas de entender melhor um assunto é através de uma metáfora. O objeto dessa comparação pode ser o automóvel. O motor de um automóvel, se não forem tomados alguns cuidados, pode formar um tipo de borra, um tipo de depósito nas paredes internas, que podem obstruir os orifícios de circulação de óleo, podendo até impedir o funcionamento do motor. Já vi motores que explodiram devido ao excesso da pressão de óleo, causado por uma ou várias borras dessas. Ou seja, automóvel também tem “hipertensão arterial” e “infarto do miocárdio” se não for bem cuidado. A diferença entre o automóvel e o ser humano é que é só trocar o motor por um novo e está resolvido o problema. Agora imaginem se o raciocínio utilizado pelos engenheiros mecânicos e engenheiros químicos que cuidam dos automóveis e dos óleos fosse o seguinte.

- Seu carro ainda não tem uma borra aparente? Continue assim, no dia que formar uma borra, veremos o que podemos fazer.

- Vamos fazer exames para saber se há chance de formar borras. Vamos tirar um pouco de óleo e verificar se há micro borras. Mas há micro borras boas, e micro borras ruins. Vamos desenvolver um aditivo para colocar no óleo para diminuir as micro borras ruins.

- Mesmo com os aditivos para diminuir as micro borras ruins, muitos automóveis formam borras e ficam com problemas. Tudo bem, é só compararmos os automóveis “com aditivo” e “sem aditivo” e veremos que os com aditivo demoram mais para ter problemas.

- Quem normalmente faz os testes dos aditivos? – Engenheiros comprometidos com a fábrica de aditivos, que só podem publicar artigos elogiando os aditivos.

- Como formam as borras? Qual o princípio físico envolvido? Não, isso ninguém estuda.

- Os automóveis “com aditivo” ficam mais fracos? Outras partes do automóvel são prejudicadas? Não faz mal, desde que o motor forme menos borras.

- Todos os automóveis depois de uma certa idade, devem utilizar um produto que deixe o óleo mais fino, para passar mais fácil pelos canais e orifícios entupidos com borra.

- Impedir que a borra se forme? Como, se não sabemos os princípios físicos envolvidos.

- Se a pressão do óleo tiver ficando muito alta, podemos diminuir a quantidade de óleo ou aumentar o tamanho dos canos por onde ele passa. Não faz mal se outras partes do automóvel fiquem prejudicadas.

- No caso de urgência, tentamos desentupir os tubos onde o óleo passa ou colocar caninhos externos para desviar o óleo do local obstruído. Se nada der certo, trocamos o motor. Mas esses carros com motores novos tem que utilizar um grande número de aditivos que podem fazer o carro quebrar a qualquer momento.

- O dono do carro ficou deprimido depois de tudo isso. É só prescrever um antidepressivo para ele.
Parece surreal, não? Mas os engenheiros conhecem o problema, e tem desenvolvido óleos lubrificantes de qualidade superior, que impedem a formação das borras. É muito mais fácil prevenir do que remediar. E o dono do carro tem que trocar o óleo regularmente por outro de qualidade compatível. Mas se colocar um óleo com um detergente superior em um carro já com borras, elas podem até se soltar e entupir o motor.

Mas o que interessa é que os engenheiros conhecem os princípios físicos envolvidos com o que estão trabalhando. Agora troque o automóvel pelo seu corpo, os caninhos por onde circulam o óleo pelas suas veias e artérias, o motor pelo coração, a pressão de óleo pela pressão arterial, as micro borras pelo colesterol, os aditivos por estatinas, ácido acetil-salicílico e anti-hipertensivos.
Portanto, na medicina atual, não se conhecendo o princípio físico envolvido com a formação de ateromas, agregação eritrocitária e plaquetária, viscosidade do sangue, entre outros, estamos jogando no escuro de maneira semelhante aos engenheiros fictícios da história do automóvel e da borra.

Hoje na ciência médica estuda-se muito pouco sobre os princípios físicos da saúde e da doença. Mas, nos últimos 60 anos, vários cientistas já pesquisaram o assunto. E, possivelmente, estamos adentrando em uma nova área do conhecimento, que pode modificar completamente a visão da saúde e da doença e da prevenção e do tratamento médico.

publicado por conspiratio às 22:55
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. NÃO AO MARCO CIVIL DA INT...

. INVASÃO CUBANA - PROGRAMA...

. PAPA FRACISCO: UM COMUNI...

. GOVERNO TEM PRESSA PARA C...

. FORO DE SÃO PAULO É O PRO...

. Yoani Sanchez dissidente...

. TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO E ...

. NOVA ORDEM MUNDIAL ESTÁ P...

. O DESEJO IRRESPONSÁVEL DE...

. COMUNISMO SE CURA COM VER...

. A HISTÓRIA SECRETA DE ANA...

. A CONSPIRAÇÃO DO FORO DE ...

. A LISTA DE CLINTON - ESTR...

. A EDUCAÇÃO MORREU?

. CAUSAS DO CAOS BRASILEIRO...

. CONSPIRAÇÃO DO FORO DE SA...

. A HISTÓRIA SECRETA DE ANA...

. ABORTISMO SENDO INSTALADO...

. NOVA ORDEM MUNDIAL ESTÁ P...

. TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO,

. O PROBLEMA É O FORO DE SÃ...

. ORVIL - TENTATIVAS DE TOM...

. CONSPIRAÇÃO CONTRA A CIVI...

. RITALINA E OUTRAS DROGAS ...

. O EX-REVOLUCIONÁRIO DOSTO...

. UM POUCO SOBRE ABDUÇÃO E ...

. FINS E MEIOS, BEM E MAL,...

. PRIORADO DE SIÃO E A NOV...

. SE NÃO INVESTIRMOS EM CON...

. CONGRESSO QUER MANDAR NO ...

. COREIA, NOVA ORDEM MUNDIA...

. BLOSSOM GOODCHILD E A NAV...

. AGRICULTOR EM GUERRA CONT...

. CONTRA A CAMPANHA CONTRA ...

. OPRIMIR O CIDADÃO COM LEI...

. MANIPULAÇÕES DA LÓGICA, D...

. EXTINGUINDO A PROFISSÃO D...

. KARL MARX , ADAM WEISHAUP...

. CONTROLE E MAIS CONTROLE ...

. UFO OU MÍSSEL ATINGE "MET...

. LÚCIFER E A REVOLUÇÃO

. HIPNOSE PELA TV - DAVID I...

. FORMAÇÃO DO IMBECIL COLET...

. VOAR É COM OS PÁSSAROS?

. OS BILDERBERGERS/ILLUMINA...

. QUEM MANDA NO MUNDO

. O ILLUMINATI OBAMA SE DÁ ...

. ARIZONA WILDER REFUTA DAV...

. QUEM MATOU AARON SWARTZ?

. AGENDAS DE DOMINAÇÃO GLOB...

.arquivos

. Abril 2014

. Novembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.tags

. 3 elites globalistas(6)

. a corporação(9)

. acobertamento(13)

. agenda illuminati(13)

. alex jones(8)

. amor(20)

. animais(29)

. arqueologia proibida(4)

. atenção(7)

. auto-realização(33)

. autoritarismo(7)

. bancos terroristas(8)

. benjamin fulford(5)

. bíblia(7)

. big pharma(12)

. bilderberg(8)

. budismo(24)

. calar a democracia(5)

. censura da internet(15)

. cérebro(22)

. codex alimentarius(15)

. comunismo(13)

. concentração(14)

. consciência(7)

. conspiração(94)

. conspiração antidemocrática(6)

. conspiração financeira(11)

. controle da informação(17)

. controle da internet(22)

. cura(25)

. daskalos(7)

. david icke(9)

. denúncia(10)

. depopulação(6)

. despopulação(8)

. deus(10)

. ditadura(14)

. ditadura através da mentira(6)

. ditadura através da saúde(11)

. documentários ufológicos(7)

. ecologia(35)

. educação(7)

. ego(25)

. engenharia social(9)

. ensonhar(11)

. eqm (experiência de quase-morte)(12)

. extraterrestre interferência(11)

. filosofia(6)

. globalistas(5)

. goldsmith(8)

. google(9)

. governo oculto(31)

. gripe suína(8)

. história(17)

. história da nom(5)

. illuminati(54)

. integração(9)

. internautas conheçam seu poder(6)

. internet censura(11)

. intraterrestres(8)

. jesus(8)

. krishnamurti(13)

. lei cala-boca da internet(5)

. liberdade(8)

. livre-arbítrio(6)

. manipulação da informação(13)

. manipulação da mente(8)

. manipulação das massas(8)

. medicina natural(10)

. mentecorpo(5)

. microchip(7)

. milton cooper(7)

. monsanto(6)

. movimento revolucionário(9)

. neurociência(20)

. nom(43)

. nova ordem mundial(83)

. obama(7)

. olavo de carvalho(31)

. poder da internet(5)

. poder da mente(97)

. poder das farmacêuticas(5)

. política(16)

. predadores da humanidade(16)

. problema-reação-soluçao p-r-s(7)

. profecias(9)

. project camelot(11)

. psicanálise(5)

. pt(9)

. rauni kilde(6)

. realidade(7)

. rockefeller(7)

. saúde(19)

. sonho lúcido(22)

. totalitarismo(9)

. totalitarismo global(9)

. ufo(46)

. universo(16)

. vida(31)

. xamanismo(15)

. todas as tags

.favorito

. NÃO AO MARCO CIVIL DA INT...

. INVASÃO CUBANA - PROGRAMA...

. PAPA FRACISCO: UM COMUNI...

. GOVERNO TEM PRESSA PARA C...

. FORO DE SÃO PAULO É O PRO...

. TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO E ...

. NOVA ORDEM MUNDIAL ESTÁ P...

. COMUNISMO SE CURA COM VER...

. A HISTÓRIA SECRETA DE ANA...

. A EDUCAÇÃO MORREU?

.links

.links

.EXPANDIR A CORRUPÇÃO É ESTRATEGIA REVOLUCIONÁRIA - OLAVO DE CARVALHO

.DAVID ICKE - PROBLEMA-REAÇÃO-SOLUÇÃO - a mais poderosa técnica de manipulação das massas

.EXPANDIR A CORRUPÇÃO É ESTRATEGIA REVOLUCIONÁRIA - OLAVO DE CARVALHO